Após reclamar de salários atrasados, servidora é exonerada a pedido do prefeito Indalécio Vieira, em Governador Nunes Freire

Um verdadeiro pandemônio, assim se pode definir o que se tornou a “gestão do liso” em Governador Nunes Freire. Para conter a onda de insatisfação dos servidores que sempre que podem denunciam os desmandos de Indalécio, a tática agora é demitir qualquer um que se julgue insatisfeito ou que tente desmascarar a falsa gestão. A última vitima da “ditadura” é a servidora Maria Roseane Oliveira Maramaldo (atua como AOSD), que se vendo insatisfeita ao passar necessidades, denunciou que estaria com salários em atraso, e acabou sendo surpreendida nesta quinta-feira (07), com sua carta de exoneração.

QUAL A SUA REAÇÃO COM ESSA NOTÍCIA?
Like
Love
Haha
Wow
Sad
Angry

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui