Aos 15 anos, prodígio maranhense que encantou Barcelona e Benfica assinará 1° contrato com Flamengo

0

Manu, que completa 15 anos em abril, não pôde ser regularizado por europeus após denúncia de aliciamento feita pelo Grêmio e retorna de vez ao Brasil para retomar trajetória no clube carioca. Cobiçado pelo Barcelona, abraçado pelo Benfica e com experiência de Europa.

Esse é o currículo do reforço que se apresentará ao Flamengo no início de abril, mas para a categoria Sub-15. Emanuel Ferreira, o Manu, chega de Portugal nas próximas semanas para assinar seu primeiro contrato de formação com o clube carioca e demonstrar no Ninho do Urubu o talento que fez dele um prodígio desde a infância no Maranhão.
Prestes a completar 15 anos, Manu sabe que a trajetória badalada o coloca em evidência, algo que está acostumado desde quando foi aprovado na base do Grêmio, aos nove anos. Foi o clube gaúcho quem notificou a Fifa por aliciamento, o que impediu que as passagens por Barcelona e Benfica tivessem prosseguimento.

A Fifa indica que um jovem nesta idade não pode deixar o país por motivos futebolísticos. Com a sinalização do Grêmio, a entidade máxima do futebol brecou o registro no Barcelona após período de testes em 2017.
Em todo este período, o Flamengo monitorou o jovem e entrou em ação em meado de 2019, quando uma tentativa de volta ao Grêmio não deu certo. Cariocas e gaúchos fizeram um acordo de cavalheiros envolvendo percentual dos direitos econômicos quando Manu puder assinar contrato profissional, a partir dos 16 anos, e o Ninho do Urubu passou a ser o destino.

No Flamengo, a avaliação é de que Manu é técnico, inteligente e precisa desenvolver a parte física. No curto período no clube, entre a saída do Grêmio e o início da pandemia, o meia canhoto se destacou como titular da geração 2006. Na ocasião, o atual diretor executivo, Luiz Carlos, foi o responsável pelo processo de captação.
Com a paralisação dos treinamentos, Manu voltou para Portugal, onde mora com a família, e ficou mais de um ano treinando sozinho. A proximidade dos 15 anos e o retorno das atividades fez com que o Brasil voltasse a ser destino. Dessa vez, em definitivo.

– Estou muito ansioso com essa volta. Voltar a treinar, jogar, competir… Depois de um ano e meio parado, vou voltar a fazer o que eu mais amo, que é jogar futebol. Treinar sozinho não é a mesma coisa. Estou muito feliz por jogar no Flamengo – disse Manu em entrevista ao ge.
Pai do garoto, José Ferreira indica que o “plano de carreira” apresentado pelo Flamengo foi o que seduziu a família, que se mudará toda para o Rio de Janeiro. De acordo com ele, clubes como Santos e Palmeiras chegaram a fazer contato, mas a oportunidade dada pelos rubro-negros foi a mais sedutora após a frustração na Europa:

– O reconhecimento do talento dele foi muito gratificante. Ele desenvolveu o jogo e entrou no sistema muito rápido, disputou campeonatos pelo Benfica… A adaptação foi muito boa.
“Só que a frustração nesses cinco anos foi a questão da inscrição que não foi possível por conta da notificação de um clube brasileiro. Um menor que vá para Europa por motivos futebolísticos não pode ser inscrito. Não dá para entender, mas lei a gente cumpre”

Com Messi e Suárez no álbum de fotos e registros com a camisa do Benfica em campo, Manu chama a atenção antes mesmo de se reintegrar definitivamente ao Flamengo. O clube sabe disso e se cerca para evitar que a badalação atrapalhe o caminho do menino prodígio.

QUAL SUA REAÇÃO COM A NOTÍCIA?
Like
Love
Haha
Wow
Sad
Angry

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui