Presidente do TSE admite que eleições 2020 devem ser adiadas para novembro e dezembro

0

O novo presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, apresentou possíveis soluções para a realização das eleições em outubro de 2020, mas admitiu que o pleito pode ser adiado para novembro e dezembro deste ano.

O assunto foi debatido durante reunião por videoconferência realizada com os presidentes dos 27 Tribunais Regionais Eleitorais (TRE’s) nesta segunda-feira, 1 º de junho.

Considerando as medidas impostas pelas autoridades sanitárias para combater a pandemia e a evolução da curva de contágio no país, Luís Roberto Barroso afirmou que é possível que as eleições, previstas para outubro, precisem ser adiadas para novembro e dezembro.

Segundo ele, o Congresso Nacional – a quem cabe aprovar a emenda constitucional que estabelecerá esse adiamento – já está estudando a hipótese de que o primeiro turno da votação para prefeitos e vereadores ocorra no dia 15 de novembro e, o segundo, no dia 6 de dezembro.

Barroso adiantou que o TSE, a Câmara dos Deputados e o Senado Federal concordam que o adiamento deve ocorrer pelo menor tempo possível, de modo que não seja necessária a prorrogação dos mandatos dos políticos.

QUAL SUA REAÇÃO COM A NOTÍCIA?
Like
Love
Haha
Wow
Sad
Angry

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui