PF NA COLA: Maranhão pagou adiantado R$ 4,8 milhões por respiradores que nunca foram entregues

2

O Governo do Maranhão pagou adiantado aproximadamente R$ 4,8 milhões por respiradores que deveriam ser trazidos da China, mas nunca chegaram aos hospitais da rede estadual.

A informação é da Secretaria de Estado do Planejamento e Orçamento (Seplan), que emitiu nota após a revelação de que o Consórcio Nordeste, do qual o Maranhão faz parte, tomou um calote da HempCare Pharma, empresa que deveria adquirir e transportar os equipamentos até o Brasil (saiba mais).

No total, de acordo com a Seplan, os nove governos do Nordeste pagaram U$ 9,028 milhões por 300 respiradores – algo em torno de R$ 48,7 milhões na cotação do dia da aquisição (R$ 5,39). Desse total, o governo Flávio Dino (PCdoB) contribuiu com U$ 902,8 mil – ou R$ 4,8 milhões segundo a mesma cotação.

“A empresa contratada pelo consórcio não efetuou a entrega dos respiradores no prazo determinado no contrato. O governo da Bahia e o Poder Judiciário daquele Estado estão tomando as providências para devolução do dinheiro pago pelo Consórcio, tendo obtido o bloqueio judicial dos recursos depositados em contas correntes dos envolvidos”, diz o comunicado da pasta.

Redação: Gilberto Leda

QUAL A SUA REAÇÃO COM ESSA NOTÍCIA?
Like
Love
Haha
Wow
Sad
Angry

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui