Com divulgação de video, ministro Celso de Melo pode ser enquadrado no art° 28 da Nova Lei de Abuso de Autoridade

4

O Art. 28 da Lei nº 13.869 (conhecida como Lei de Abuso de Autoridade) afirma explicitamente que, divulgar gravação ou trecho de gravação sem relação com a prova que se pretenda produzir, expondo a intimidade ou a vida privada ou ferindo a honra ou a imagem do investigado ou acusado: Pena – detenção, de 1 (um) a 4 (quatro) anos, e multa.

O artigo da Lei foi lembrado por Bolsonaro neste domingo (24) e configura a divulgação do vídeo da reunião ministerial liberada para divulgação por Celso de Melo como um crime grave, pelo menos de acordo com a redação da nova lei. Resta saber que medidas serão adotadas a partir de agora para barrar abusos, por parte de membros da mais alta corte do Brasil.

QUAL A SUA REAÇÃO COM ESSA NOTÍCIA?
Like
Love
Haha
Wow
Sad
Angry

4 COMENTÁRIOS

  1. Um ministro consciente que não poderia expor fala de ministros fora do processo deveria ser penalizado severamente com a Lei de Abuso de Autoridade. Fez para humilhar e mostrar a força do STF com relação ao poder executivo.

  2. TODO MUNDO SABE, É DIVULGADO O PROBLEMA, MAS E AÍ? QUEM VAI JULGAR O CASO DO MINISTRO CELSO DE MELO? O SENADO? DUVIDO. O STF? COLOQUE AS BARBAS DEMOLHO. E A OPERAÇÃO STORMS, TÃO FALADA E NENHUMA AÇÃO ATÉ AGORA. JÁ ERA PARA TER COMEÇADO E COLOCADO NAS PRISÕES O FHC, ALCALUMBRE, MAIA, VÁRIOS SENADORES E DEPUTADOS, GOVERNADORES E PREFEITOS, OS MINISTROS DO STF. STE, STJ, PGR, AGU, TCU, JOSÉ DIRCEU, MEMBROS DO MST, GLEISY, PEPPA PIG, KIA, CIRO, E VÁRIOS OUTROS BANDIDOS CORRUPTOS QUE SÓ QUEREM ROUBAR E IMPEDIR BOLSONARO DE PRESIDIR NOSSO PAIS. COLOQUEM O SUPREMO TRIBUNAL MILITAR PARA FUNCIONAR, PRESIDENTE.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui