Milícia digital comandada por Duarte Junior e Karen Barros usava perfis fake para difamações públicas e ataques de homofobia

0

As revelações põem em xeque o perfil sereno do ex-cabeça do PROCON do Maranhão e provam a existência de diversas irregularidades como uso da máquina público em prol da candidatura de Duarte Junior. O comunista não estava sozinho nessa, quem entrou no barco também foi Karen Barros, acusada de ataques difamatórios e uso de perfis fakes para atacar qualquer comunicado público que fosse contrário a candidatura de Duarte à ALEMA. As denúncias não param por ai, dando até nojo de ouvir os áudios vazados para qualquer amante de uma boa política.

Adversários de Duarte garantem que ele não tem coragem de oficializar denúncia e pedir pericia nos áudios, o que não deixa dúvidas de sua culpa. Um deputado próximo de Duarte afirmou que o clima é de Guerra-Fria entre deputados aliados de Dino.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui