Tido como novato no cargo, novo juiz da Comarca de Santa Luzia do Paruá tem como desafio de carreira, “desengavetar” processo do SANTAPREV

0

Empossado em novembro de 2017 pelo Tribunal de Justiça do Maranhão, o juiz João Paulo de Sousa Oliveira teve uma passagem bastante proveitosa pela Comarca de Cândido Mendes, o que acabou lhe conferindo a responsabilidade de substituir um dos mais respeitados juízes em atuação no interior do Maranhão, Rodrigo Costa Nina que atualmente presta serviços ao judiciário pela Comarca de Pinheiro.

Mesmo com pouco tempo de atuação e de experiência já postas a prova pelas situações vivenciadas de 2017 pra cá, o juiz João Paulo de Sousa Oliveira terá a insalubre missão de “desengavetar” o processo que julga o desvio de mais de R$ 15 milhões do SANTAPREV e que tem inclusive servidores do judiciário como alvos de investigação por suspeita de atuação funcional no órgão quando este teve seus cofres saqueados. O processo que segue em segredo de justiça não avançou até hoje, praticamente nenhum centavo dos R$ 15 milhões foram recuperados, nenhuma ação envolvendo busca e apreensão foi realizada e todos os envolvidos no já comprovado esquema de desvio seguem usufruindo de liberdade incondicional para execução de novos atos. A verdade é que o processo nunca foi visto como prioridade dentro da Comarca de Santa Luzia do Paruá, se isto não fosse procedente, não teria se passado mais de 7 anos desde que foi oficializado.

Se o novo juiz da Comarca não tomar o caso como prioritário em sua gestão, será mais uma vexatória derrota dos servidores do instituto e vítimas que até hoje sonham com a elucidação final do caso.

QUAL A SUA REAÇÃO COM ESSA NOTÍCIA?
Like
Love
Haha
Wow
Sad
Angry

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui